Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2010

Minha escolha é viver!

Respondendo a Clarisse Lispector: ...
" Viver e não ter a vergonha de ser feliz... sonhar e sonhar e sonhar..."
Quem continua?

Recaídas da doença

Quando estamos certas de nossas ações, algumas coisas acontecem e nos deixam instáveis.
Eu caí nesta, mas caí pq acreditei no poder da mudança, acreditei no amor. E não me culpo por isto, pq aprendi que podemos sim confiar, amar, viver sem desconfianças. Mas que existem pessoas que não sabem viver assim e que eu não quero, definitivamente, pessoas assim ao meu lado.
Tem horas que sinto necessidades, mas nada anormal. Minha saúde mental é mto mais questionável do que algumas horas de sexo e mta dor de cabeça e desasossego depois.
Mas como uma dependente, preciso de força diária. E mto força no pensamento positivo para não me perder.
Minha vida mudou, um giro de 360 graus... mas estou aqui viva e continuarei aqui, contando como é a vida de uma dependente afetiva em recuperação. :)

Sabado

É sabado e continuo serena... força.

Alegria

Quando descobri que era dependente afetivo, pensei que nunca ficaria curada, que nunca saberia dizer não, que nunca sairia da vida de Guilherme.
Mas com o passar do tempo... digo, anos... posso dizer com todos os tons que SIM.
Hoje, estou liberta. Yes...
Claro, tive muita ajuda da minha psicologa, mas pude dizer tchau e não olhei para trás.
Então... agora é manter o caminho!
;)